segunda, 08 maio 2017 09:57

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SOLIDÁRIA

Inscrições abertas para fase piloto

Fale connosco, Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

quinta, 04 maio 2017 08:34

Expo-Miranda 2017 e Mega Sorteio

A AREAC irá mais um ano consecutivo participar na EXPO-MIRANDA 2017.

Para dinamizar a nossa participação e promover um desenvolvimento sustentável, através do uso de boas práticas energéticas, iremos realizar um MEGA SORTEIO.

Participe, visite-nos e compre a sua rifa. Muito mais surpresas, no nosso stand a partir do dia 31 de Maio. Contamos consigo. Com o Patrocíonio de CERTAVAC.

quarta, 03 maio 2017 10:16

Abertura do mercado de gás de botija

Em Portugal, nem todas as famílias têm acesso ao gás natural, e por isso são abastecidas através das botijas de gás butano ou propano. 2,6 milhões de portugueses pagam quase o dobro da fatura comparando com um consumidor de gás natural.

O mercado de gás é bastante complexo e, para lutar pelo bem-estar dos consumidores, a Autoridade da Concorrência (AdC) recomenda o governo a abrir o mercado de gás de garrafa a mais operadores. O fornecimento deste está concentrado num número pequeno de comercializadores que possuem o monopólio de armazenagem, e uma medida como esta poderia resultar numa redução de preços.

Neste momento, segundo uma análise da DECO do preço do gás de botija, 13 kg do mesmo custa quase o dobro que uma quantidade equivalente de gás natural: 23 euros e 12 euros, respetivamente.

Também, o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, pediu à AdC que acompanhe este mercado, uma vez que era suposto que os preços dos gases de botija diminuíssem, acompanhando a redução que houve no custo do gás natural, mas isso não aconteceu.

Assim, devido às práticas anticoncorrenciais no gás engarrafado, em relação às negligências nadistribuição, em fevereiro de 2015, a AdC condenou algumas empresas do grupo Galp Energia, ao pagamento de 9.29 milhões de euros, que por sua vez recorreu de nova decisão e conseguiu a redução da multa para 4 milhões; no entanto, esta continua descontente com a decisão.

Este artigo foi escrito pela Selectra. Selectra é líder no aconselhamento de tarifas de gás natural, electricidade e telecomunicações em França e em Espanha e chega agora a Portugal com até 800 contratos por mês assinados pelas companhias colaboradoras. Criada em França no ano de 2007, expandida para a Espanha em 2013, a Selectra chega a Portugal estando presente em já 12 países no total. Atualmente tem ao seu dispor o website dirigido aos consumidores de energia e telecomunicações onde podem comparar as tarifas e ter toda a informação relacionada com estes mercados: lojaluz.com

Uma boa notícia para os consumidores de gás natural: pelo terceiro ano consecutivo, o conselho administrativo da Entidade Reguladora de Serviços Energéticos, a ERSE, propõe uma redução nas tarifas do mercado regulado.

A queda de preços pode não parecer tão significativa, pois é de apenas 1,1%; no entanto, é vista com otimismo frente aos aumentos, ano após ano, que a ERSE propõe para a eletricidade. Este desconto significará uma queda de 15 cêntimos na fatura média mensal de 13€ e de 28 cêntimos, em uma de 24€.

Para aqueles com consumos acima de 10,000m³ (pequena indústria) ou para os de baixa pressão, esta descida dos preços será ainda mais interessante: 1,3% e 2,4% respectivamente.

Ainda não foi aprovada esta decisão, mas teremos a confirmação até o dia 15 de Maio, fazendo a entrada das novas tarifas a partir de 1 de Julho do 2017.

A nova tarifa seria aplicada aos 300 mil clientes que ainda fazem parte do Mercado Regulado, ou seja, um 4% do consumo total de gás natural. No entanto, os clientes do Mercado Livre também deverão sentir-se otimistas com a divulgação deste comunicado, pois as comercializadoras costumam basear-se nos preços propostos pela ERSE para definir os seus próprios preços no mercado liberalizado.

Carlos Afonso Sobral, responsável da Selectra Portugal, empresa comparadora de tarifas de eletricidade e gás natural no Mercado Livre, comenta o assunto: “é muito positiva esta notícia sobre a redução dos preços regulados, pois como as companhias do Mercado Livre costumam definir as suas tarifas com base nos valores propostos pela ERSE, isso significa que, provavelmente, estas também apresentarão novos valores mais competitivos para que possam conquistar ainda mais clientes”. Carlos também deixa claro que a companhia pela qual é responsável, a Selectra, apoia a ideia de que “o gás natural resulta mais rentável para o consumidor final”.

Também com relação ao gás natural, a outra boa notícia divulgada pelo Governo no último 16 de abril, é que o desconto de 31,2% das tarifas sociais sobre esta energia será mantido para o próximo período que vai de 01 de Julho de 2017 a 30 de Junho de 2018.

Apesar de Portugal ainda ter o preço do gás natural mais caro da zona euro, segundo o site PORDATA (Base de Dados Portugal Contemporâneo), para consumidores domésticos, é importante celebrar estes pequenos esforços por diminuir os gastos dos consumidores com esta energia.

Este artigo foi escrito pela Selectra. Selectra é líder no aconselhamento de tarifas de gás natural, electricidade e telecomunicações em França e em Espanha e chega agora a Portugal com até 800 contratos por mês assinados pelas companhias colaboradoras. Criada em França no ano de 2007, expandida para a Espanha em 2013, a Selectra chega a Portugal estando presente em já 12 países no total. Atualmente tem ao seu dispor o website dirigido aos consumidores de energia e telecomunicações onde podem comparar as tarifas e ter toda a informação relacionada com estes mercados: lojaluz.com

terça, 04 abril 2017 15:01

Pagamento indevido da TOS

O pagamento da TOS (Taxa de Ocupação do Subsolo), antes paga pelos consumidores portugueses na sua fatura de gás natural, passa a ser responsabilidade das operadoras de infraestruturas, desde 1 de janeiro, a partir da entrada em vigor do Orçamento de Estado para 2017.

A DECO acusa várias distribuidoras de gás natural de, no entanto, continuarem a cobrar aos seus clientes, indevidamente, a TOS. A EDP Comercial, a Galp, Goldenergy e a Lisboagás têm vindo a cobrar esta taxa desde janeiro, faturando pelo menos 10 milhões de euros aos clientes desde o início do ano.

O PSD considera esta prática extremamente grave e irá pedir esclarecimentos à Entidade Reguladora de Serviços Energéticos (ERSE), que por sua vez diz que os comercializadores estão a fazer uma interpretação abusiva do tempo de mudança que lhes foi dado.

Já a AGN (Associação Portuguesa de Empresas de Gás Natural) garante que as empresas em causa estão a cumprir o calendário previsto na alteração legislativa relativamente à TOS, uma vez que em março foi publicado um decreto-lei de enquadramento orçamental que permite às empresas continuarem a cobrar este custo na fatura dos consumidores, baralhando os prazos para esta mudança.

Carlos Afonso Sobral, responsável da Selectra Portugal, empresa comparadora de tarifas de telecomunicações e energia, comenta que: “apesar de não ser um valor muito elevado em cada fatura, as comercializadores deverão ser mais transparentes para com os consumidores portugueses, informando sobre cada termo da fatura de luz e de gás natural, incluindo os impostos que incidem sobre estes, de modo a evitar surpresas e grandes despesas nas faturas energéticas.”.

Este artigo foi escrito pela Selectra. Selectra é líder no aconselhamento de tarifas de gás natural, electricidade e telecomunicações em França e em Espanha e chega agora a Portugal com até 800 contratos por mês assinados pelas companhias colaboradoras. Criada em França no ano de 2007, expandida para a Espanha em 2013, a Selectra chega a Portugal estando presente em já 12 países no total. Atualmente tem ao seu dispor o website dirigido aos consumidores de energia e telecomunicações onde podem comparar as tarifas e ter toda a informação relacionada com estes mercados: lojaluz.com

Pág. 1 de 9

  areac@mail.telepac.pt           Tel/Fax: (+351) 239 542 939            Rua Dr. Rosa Falcão, n.º 133, 3220-216 MIRANDA DO CORVO                

Assine a nossa Newsletter

Nome:
Email: